Vinil da Semana: 'Outlier' - Twelve Foot Ninja | Review


No #VinildaSemana, o Sander traz pra gente uma joia do Prog moderno: o "Outlier" do Twelve Foot Ninja!

-----------------------------------------

O Twelve Foot Ninja é uma banda australiana de Prog/Djent que tem uma leves pitadas de alternative e avant-garde. Apesar de ser uma banda que está próxima de completar seus 20 anos de estrada, até o momento só temos 3 álbuns de estúdio na discografia.

Pra quem já conhece a banda deve imaginar que o álbum ideal da banda para indicar seja o seu debut "Silent Machine", que de fato é um álbum maravilho. Mas a minha escolha pelo segundo álbum, intitulado "Outlier", se dá muito pela minha relação afetiva com a banda. O Twelve Foot Ninja foi uma das bandas que conheci pelo VNE, no longínquo episódio sobre a Cena Australiana, e que desde então vem fazendo parte das minhas playlist. 

Em comparação com os dois outros trabalhos, o "Outlier" me parece o mais calmo, mesmo que ainda tenha as loucuras da banda, mas numa pegada mais "tranquila". A banda faz um prog/djent que utiliza breakdowns como poucas, o que somado aos temperos de outro subgêneros com fusion, funk e jazz, traz musicas criativas e marcantes. 

VNE#113 Lançamentos: Jan & Fev 2024 | Podcast


Retornamos com a nossa série cobrindo os lançamentos do ano e dessa vez Cate, Lucas, Paulo, Peralta, Well e Sander se reúnem para comentar o que saiu no mundo do metal nos meses de Janeiro e Fevereiro de 2024!

Mudando ligeiramente o formato dos episódios de lançamentos, conversamos sobre os principais álbuns que saíram no primeiro bimestre do ano, nesse episódio que apesar de cobrir um mês a menos continua gigante, então ouçam com moderação (ou não)!

Acesse o nosso grupo no Discord!

Todos os nossos episódios são gravados com transmissão ao vivo pelo nosso canal do Youtube aos domingos!

Gostou do episódio? Falamos alguma bobagem? Ou concordou com algo? Fala aí pra gente!

Blocos:

VNE Indica: Sepulturaverso | Playlist


Coincidentemente, ou não, com toda a repercussão da entrada do Eloy no Slipknot, o nosso Well preparou pra gente no #VNEIndica uma homenagem ao Sepultura e todas as suas diversas ramificações no SEPULTURAVERSO!

Muito se fala do Angraverso no metal nacional, mas tem uma outra grande banda na cena que também tem um multiverso em expansão contando com outros grupos e projetos paralelos de membros e ex-membros, o grandioso Sepultura. 

Fazendo 40 anos de carreira em 2024, infelizmente a banda anunciou o seu fim mas não tem como negar que eles influenciaram tanto aqui no Brasil como internacionalmente muitos artistas, indo do metal extremo ao nu metal.

Vinil da Semana: 'The Forth Dimension' - Hypocrisy | Review


No #VinildaSemana, a Cate apresenta pra gente um álbum que representa o ínicio do famigerado Metal de ET: o "The Forth Dimension" do Hypocrisy!

-----------------------------------------

A escolha do álbum se deu porque o 'The Forth Dimension', assim como eu, está trintando neste 2024. Para além deste marco, esse é o primeiro álbum do Hypocrisy no qual o até então vocalista, Masse Broberg, com sua voz quase inumana em 'Penetralia' e 'Osculum Obscenum', deixa a banda, trazendo para Peter Tägtgren, que já tinha sob sua responsabilidade as guitarras, assumir também os vocais. 

É aqui, com o 'The Forth Dimension', que começa a tomar forma o Metal de ET™️ pelo qual o Hypocrisy fica famoso anos mais tarde. É com o 'The Forth Dimension' que os evil satanic riffs mais grudentos dos primeiros álbuns dão lugar às guitarras mais técnicas, que constroem tanto os trechos mais melódicas com vocais etéreos, quanto sustentam a rapidez da bateria nas faixas mais frenéticas. É interessante observar que embora esse álbum seja o primeiro pra valer com muito do Peter presente nele, os vocais, mesmo ainda em aprimoramento, ora são fechados, ora são rasgados, ou seja, os primórdios pelos quais ele ficaria conhecido dali pra frente. 

O álbum abre espaço para a inventividade se comparado aos anteriores, tornando-o diversificado, porém sem perder a coesão. Ele se apresenta mais cadenciado que seus predecessores em "Apocalypse", "Black Forest" e "Slaughtered", uma das minhas preferidas de todos os trabalhos da banda. Também é muito mais melódico como nos solos das faixas "Never to Return" e "Path of Babylon". Além disso, quase encosta no speed/thrash em faixas como "Orgy in Blood" e "T.E.M.P.T", que tem um rápido solinho de baixo - um instrumento bastante apagado nesse álbum. 

VNE#112 Prog Metal parte 1 | Podcast


Voltamos com mais um episódio e dessa vez Karol, Lucas, Paulo e Peralta retornam com a nossa série sobre subgêneros do Metal para falar dos primórdios do PROG METAL!

Nessa primeira parte, falamos de bandas do Prog Rock que influenciaram o subgênero e das primeiras bandas de Prog Metal dos anos 90, num papo que pros nossos padrões até que nem fez tanto jus a durações das musicas do gênero!

Acesse o nosso grupo no Discord!

Todos os nossos episódios são gravados com transmissão ao vivo pelo nosso canal do Youtube aos domingos!

Gostou do episódio? Falamos alguma bobagem? Ou concordou com algo? Fala aí pra gente!

Comentado no episódio:

Sombras & Símbolos #18 Animando Jung: Dark Side of the Moon

VNE#18 Operation: Mindcrime

VNE#33 Metropolis, pt 2 (Dream Theater) VNE#70 Paradise Lost (Symphony X)


Blocos:

VNE Indica: As Mais Tristes do Metal Triste | Playlist


Após anos de podcast,  o Lucas é conhecido por chamar músicas tristes de “divertidas”. Para o #VneIndica ele traz "As Mais Tristes do Metal Triste", playlist meticulosamente pensada para aqueles que exploram as profundezas da tristeza e da melancolia através da música!

Nesta playlist, você encontrará uma mistura de faixas de metal gótico e doom metal, cada uma carregada com letras emocionais, arranjos sombrios e, em algumas músicas, histórias reais que se transformaram em músicas lindas, tristes e DIVERTIDAS.

Aprecie com (ou sem) moderação uma seleção com as bandas: Trees of Eternity, Woods of Ypres, Draconian, Novembers Doom, Swallow the Sun, Katatonia, Riverside, Steven Wilson, My Dying Bride, Shape of Despair, Anathema, Leprous, Opeth,  Type O Negative e Alice in Chains!